DEPARTAMENTO INFANTIL DA ÁREA DE JARDIM PAULISTA BAIXO

  • "O senhor Jesus abençoe nossas crianças"!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

HISTÓRIAS BÍBLICAS - Caim e Abel


CAIM E ABEL


No último domingo, vocês conheceram a estória de Adão e Eva e como eles foram expulsos do paraíso.
Pois é. Agora, Adão e Eva não moram mais no lindo paraíso. Sua vida, que antes era tão alegre e feliz, está triste e infeliz.
Mas, um certo dia, Deus deu a eles um presente. Eva estava grávida. Quando a criança nasceu, ela disse: "Deus me deu um filho homem". E este filho recebeu o nome de Caim
Algum tempo depois, Eva teve um outro filho, que se chamava Abel. Ela cuidava de seus filhos da melhor forma que podia. Fazia caminha de feno e os cobria com peles de animais para aquece-los.
Os meninos cresciam bem e com bastante saúde. Eles aprenderam a andar e a falar Adão e Eva os ensinaram a rezar. Contavam para as crianças sobre Deus, o paraíso e o mau Satanás, que fazia as pessoas serem desobedientes.
Eles sempre perguntavam a Caim e Abel se eles iriam sempre amar e obedecer ao Senhor em qualquer tempo.
Caim e Abel cresceram e já estavam moços. Estava na hora deles ajudarem seu pai no trabalho. Caim escolheu ser lavrador. Ele trabalhava no campo e semeava o trigo. Quando trigo estava bom, ele cortava e moia os grãos e assava pães. Abel escolheu ser pastor de ovelhas. Ele as levava para o campo e procurava um bom capim para elas. 0 leite que as ovelhas davam, eles bebiam. E, às vezes, matavam uma ovelha e tinham uma saborosa carne para comerem. A plantação de Caim e as ovelhas de Abel cresciam a cada ano.
Mas quem fazia o trigo de Caim crescer? E quem dava novas ovelhas para Abel? Sim, era Deus. Tudo vem de Deus. Caim e Abel o sabiam bem porque seus pais falaram muito sobre isso para eles.
Porque Deus lhes dava boas coisas sempre, eles queriam agradecer e Lhe dar alguma coisa em troca. Então ofereceram um sacrifício Quando Abel queria oferecer um sacrifício ao Senhor, ele escolhia a ovelha mais bonita e a separava para Deus. Então ele fazia um fogo em cima de um monte de pedras, matava a ovelha e a deitava sobre o fogo. Assim o sacrifício estava preparado. Agora o sacrifício tinha que queimar. Enquanto fazia seu sacrifício, Abel se ajoelhava e falava com Deus: "Querido Deus, eu te amo muito. Tu cuidas tão bem de mim; por isso quero muito te dar esta ovelha em sacrifício, para te mostrar que sou grato ao Senhor".
Deus ouvia tudo o que Abel dizia. Ele sempre escuta tudo o que os homens rezam. E via que Abel o amava de verdade, assim com ele amava a Abel. Deus aceitava o sacrifício de Abel e fazia a vida dele alegre e feliz.
Caim também oferecia um sacrifício a Deus. Porém, enquanto rezava, Caim pensava: "Por que devo agradecer a Deus se fui eu mesmo quem semeou o trigo e trabalhou pesado por ele?". E, do mesmo jeito que ouvia o que Abel dizia e pensava, Deus também escutava o que Caim estava pensando. Viu que Caim não o amava de verdade e por isso não aceitou o sacrifício de Caim Também não tomou a vida de Caim alegre e feliz.
Caim percebeu isto e ficou bastante zangado com Deus e com Abel. Principalmente com Abel. Ele teve inveja de Abel e pensou que Deus dava preferência para Abel. Cada vez que Caim pensava nisto, ficava mais e mais zangado. Às vezes, não conseguia nem dormir ou comer direito... Muitas vezes Caim era mau com Abel.
Deus via isso e falava com Caim: “Porque você é tão mau e invejoso? A culpa de tudo é só sua, porque você não me ama. Se você me amasse, também seria feliz como Abel. Tome cuidado Caim você não deve ter inveja. Isso vai te prejudicar...”. Deus bem que tentou alertar Caim, mas ele não lhe dava ouvidos.
Um certo dia, Caim chamou Abel para um passeio pelo campo. Quando estavam sozinhos, Caim começou a brigar com Abel. Bateu nele com toda a sua força e fúria até matá-lo. É isso mesmo, Caim matou seu irmão. Abel estava caído no chão e seu sangue escorria pela grama.
Caim ficou muito assustado e correu para bem longe. Tinha medo que Deus tivesse visto e o castigasse. Ele torceu para que Deus não tivesse visto o que ele tinha feito com seu irmão. Mas Deus vê tudo e viu isso também. Deus perguntou a Caim onde estava Abel. Caim disse que não sabia. Ele foi mentiroso e mal-criado com Deus.
Deus disse a Caim: "Por que você fez isso, nada mais vai crescer para você. Você também não poderá mais morar aqui. Vai embora. Eu não quero mais saber de você! Como castigo, você nunca mais terá sossego e nem será feliz".
E Caim foi embora como Deus havia ordenado. Ele foi para muito longe, mas sempre lembrava de Abel. Caim nunca mais foi feliz. Ele sempre estava amedrontado. Adão e Eva perderam seus dois filhos num só dia.
Já era tarde e nem Caim e nem Abel voltavam para casa. Então eles resolveram sair para procurá-los. Encontraram Abel deitado no chão. Ele parecia estar dom-findo, mas, na verdade, estava morto. Então eles o enterraram. Ficaram muito tristes, mas Deus lhes deu outros filhos, e os fez felizes de novo.
Adão e Eva sempre lembravam de Abel e pensavam: "Pobre Abel!" Mas Abel não era pobre e nem infeliz. Ele estava no céu junto com Deus e os anjos, em um lugar mais bonito do que o paraíso, onde ninguém o maltratava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário